quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Pit Bulls como Cães de Guarda

Eu estou procurando um bom cão de guarda para proteger a minha casa.
Pit Bull é uma boa escolha como um cão de guarda?


Não. De cão de guarda, o Pit Bull só tem a aparência formidável e seu nome. Pit Bull, sempre impõe respeito. Esta raça não é tida como cão de guarda e SIM, CÃO DE COMPANHIA. Pit Bulls, não foram criados para executar a tarefa de proteger a casa de alguém ou algo. Em muitos casos, Pit Bulls são muito amigáveis com as pessoas para ser bom nisso. Eles podem ter o "olhar" assustador, mas assim que o intruso sorri para eles, a maioria dos Pit Bulls acreditam terem feito um novo amigo! Na verdade, os Pit Bulls correm muito o risco de serem roubados. Devido à sua natureza amigável e confiante, são por muitas vezes extremamente sociáveis. Pit Bulls não mostram agressividade para com os seres humanos e nunca devem ser encorajados a atacar outras pessoas sob quaisquer circunstâncias. Só com seu olhar e a injusta reputação, sozinho, Pit Bull irá desencorajar a maioria dos ladrões de entrar na sua propriedade. Como qualquer bom cão, o Pit Bull deve alertá-lo se houver alguém próximo de sua casa, e pode, naturalmente, defendê-lo se você estiver ameaçado. Mas não conte com o Pit Bull para proteger sua casa ou propriedade quando você estiver ausente. Inclusive o mais certo, é que você obtenha um bom sistema de alarme para proteger o seu Pit Bull. Eles são cães Pet, Pet Bull!!! Lembre-se, você é o líder! :)


sábado, 12 de dezembro de 2009

Diga NÃO as rinhas

Muitos já devem ter visto esta imagem circular na internet...
As fotos são de ferir o coração. Uma vítima de RINHA de cães!



Mas, afinal, o que aconteceu com este pobre e sofrido cão? Ele se recuperou? Ele morreu? Conheçam a história de Gypsy, um Pit Bull vítima de rinha. Vejam as fotos de sua incrível e feliz recuperação graças ao apoio de pessoas que não deram as costas para o problema, não o viram como lixo, mas como um ser em agonia e sofrimento que precisava de ajuda.



CARTA DE GYPSY

Eu fui usado como cão-de-briga para um esporte dos humanos, despedaçado por lutar contra outros cães e então jogado à beira de uma estrada, deixado para morrer como se fosse uma pilha de lixo. Uma velhinha me encontrou e, quando ela olhou para mim, vi o horror estampado em seu rosto. Eu vi o puro amor nos olhos dela e, embora eu estivesse à beira da morte, senti quando ela me pegou no colo e me colocou no carro. Eu estava tão doente de infecções, febre, necrose e ferimentos… por que ela se importaria?

Ela me levou a uma clínica veterinária e ligações foram feitas para uma certa Joann para saber se ela poderia cuidar de mim. Eu ouvi quando a dra. Lowery disse: “Sim, eu posso tentar”. Então vieram cobertores quentes, agulhas anti-sépticas, vozes sussurradas. Havia anjos ali. Alguém estava rezando. Uma pessoa chamada Cindy pousava sua mão sobre mim e me pedia para ficar. Eu não podia comer. A infecção estava por toda parte, meu rosto estava se decompondo. Então eles tiveram que tirar minha perna. O dr. McLean parecia tão triste. Então Myra veio e ficou comigo. Quando ela tentou sair, eu chorei. Eu não queria ser deixado sozinho. Eu não queria morrer sozinho.

Joann e Doug vieram e me abraçaram. Eu não sabia o que era um abraço até então. Eu não entendia o que era o amor ou o que era ter alguém se importando com você. Eu fiz muitas cirurgias desde então. Uma viagem de carro do Tenessee até uma outra clínica. Meus lábios tinham caído, assim como parte do meu nariz. Um outro médico consertou meu rosto. Ernie me chamava carinhosamente de “Frankencão”. Pessoas de todo o mundo mandaram dinheiro, rezaram e falaram sobre cães-de-briga e pessoas crueis. Falaram sobre abuso.

Obrigado a todos por me amarem. Agora eu tenho um propósito.

Com amor, Gypsy



terça-feira, 3 de março de 2009

O que você precisa saber, antes de ter seu Pit Bull

.


Antes de adotar ou adquirir um, leia Vale a pena...

Esta página discute as características do Pit Bull, incluindo seu temperamento agressivo com outros animais e o amor incondicional que devota ao dono e as pessoas. Aqui você vai ver que um Pit Bull pode ser o maior companheiro de uma família nas mãos certas. Ter um Pit requer inteligência, responsabilidade e posse responsável. Infelizmente algumas pessoas adquirem por razões erradas ou têm pouco conhecimento das características da raça. Um proprietário ou potencial dono precisa saber que a principal característica do American Pit Bull Terrier (APBT) foi (e para muitos, ainda é) o combate entre cães. Por isso é que temos de um lado, sua agressividade com outros animais, e do outro, sua extrema dedicação ao dono. Se você pretende ter um...

Leia e veja se vc realmente pode ter um.


Visão geral da raça:

Pit Bulls são animais maravilhosos, que merecem a chance de ter uma vida boa como a de qualquer outro cão. No entanto é preciso lembrar que Pit Bulls não são uma raça como qualquer outra. Eles são “um pouco mais” do que um cão normal pode ser!
Pit Bulls são superiores física e mentalmente, características que fazem deles excelentes parceiros para donos responsáveis e ativos. Essas mesmas características podem fazer deles um pouco difíceis de lidar, para aquelas pessoas que não tem experiência com cães ou não conhecem direito a raça.
Com extrema facilidade de adaptação, ele vive bem no ambiente urbano, desde que possa se exercitar. Sempre bem humorados, não importa a idade, ele sempre vai querer brincar. Acabam até se tornando um membro da família.
Pit Bulls são fortes, cheios de energia e ágeis. Eles também são muito carinhosos e fáceis de lidar. "Determinação" é uma de suas mais notáveis características. Qualquer coisa que ele decida fazer, vai fazê-lo com o coração e a alma. Seja para fugir do canil e explorar a vizinhança, destruir aquele seu casaco novo ou tênis quando deixado em casa sozinho, ou até pular em você pra te dar um banho com sua língua!! Eles não desistem facilmente!
Stahlkuppe (1995) escreveu: "O American Pit Bull Terrier (APBT), certamente NÃO é um animal para qualquer um. Sendo um cão muito poderoso, é necessário ter um controle rígido e adequado. Idosos ou crianças certamente não serão capazes de garantir tal controle. Alguém que nunca teve um cão, na opinião da maioria dos criadores, não devem comprar um APBT. Uma pessoa insegura que quer apenas um cão agressivo para sustentar sua fraqueza, NUNCA deve se tornar um proprietário de um APBT. Uma pessoa que não gosta de animais ou é negligente ao cuidar de um, também não deve ter um Pit, aliás, nenhum outro animal".
Outra característica muito importante do Pit Bull é justamente seu amor pelas pessoas. Infelizmente a mídia os coloca como vilões, mas é comum pessoas se surpreenderem ao terem contato pela primeira vez com um. Cães dessa raça são, sem dúvida, muito carinhosos e realmente PRECISAM da atenção do dono. Não resistem a um carinho na barriga!
Fazem tanta festa quando os moradores da casa (e qualquer pessoa que os acompanhe) chegam, que os proprietários chegam a se preocupar como uma coisa tão dócil daquelas seria capaz de proteger sua casa e família. Ao contrário do que muitos pensam, o Pit Bull não é um cão indicado para guarda. Sua natureza vai contra o ataque ao humano. Claro que com todas suas potencialidades, quando bem treinado, é um ótimo cão de guarda. Aliás, quando bem treinado, ele se torna um verdadeiro companheiro em suas aventuras, podem competir em campeonatos de agilidade e força,
e alguns podem trabalhar com crianças deficientes, idosos e certos tipos de terapia.

Agressividade com humanos, medo, desconfiança e instabilidade, são características dificilmente encontradas e não são aceitas em um APBT. Cães com essas características não são bons representantes da raça e não devem ser adquiridos.Como qualquer outra raça, o Pit Bull pode ter problemas de temperamento se for mal tratado, mal cuidado (alguns donos deixam seus cães dias sem comer, no escuro e ainda batem neles, para que fiquem agressivos). Por isso é importante avaliar o temperamento do seu cão na hora de adquiri-lo.

Diferente do mito propagado pela mídia, agressividade com humanos NÃO é um problema específico da raça Pit Bull. Pit Bulls tendem a ocupar os primeiros lugares nos rankings de temperamento. O "American Temperament Test Society" disponibiliza um teste nos Estados Unidos para os criadores de todas as raças, onde são pontuadas em porcentagem de "Aprovado" e "Reprovado". Várias raças são testadas e em testes realizados, o Pit Bull teve um índice de aprovação de 83,9%, seguido pelo Golden Retriever, com 83,2%. Pit Bulls são maravilhosos, amáveis e leais companheiros. No entanto é necessários compreender sua natureza para poder estabelecer uma posição de liderança positiva. Criadores de Pit Bulls devem conhecer os propósitos iniciais da raça, respeitar seus limites e potencial.

Esperamos com esse artigo, possa ter ajudado algumas pessoas a entenderem porque alguns de nós somos extremamente dedicados
à essa maravilhosa raça.


"Não que o Pit Bull precise de mais ajuda, compaixão e compreensão que outras raças, mas com certeza ele te recompensará com muito mais amor e lealdade do que você nunca imaginou!

|

IMPERDÍVEL! Neste domingo 05/06, Luiza Mel, deixando sob nossos cuidados o Pit Bull Paz, resgatado em seu programa de estréia. Galera do bem, não foi fácil chegar até aqui, mas valeu e sempre vale a pena, TUDO POR ELES!!!!!! Por favor, assistam, divulguem, AJUDEM OS PIT BULLS!!!! CONFIRAM:

.

.

Aqui toda a história do Pit Bull Paz, assistam:

. . E… a chegada dele ao Santuário Pit Bull, aonde receberá todos os cuidados e logo após, será encaminhado para adoção. --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Vídeos Youtube

Loading...

Deviant Art - Abaixo segue a tradução da música, composta especialmente para este vídeo.

Musica do Clip Deviantart
Tradução


Estou tão escondido e você nunca vai me ver
Sou frio perdoe todos por minha opnião
Eu não sou ninguem que você queira ser
Porque eu sei que o mundo tem medo de mim.

Agora voc
ê pode tentar me sedar,assassinar
ou simplismente me odiar.
Mas não há nada que voc
ê possa fazer por mim
ultimamente. Agora então estou confuso e

dividido. De ser rejeitado tantas vezes,eu vou
deixar tudo isso para traz. Tão amavel você
escolher o album e dar a tentativa por uma
vez e correr e contar a seus amigos
que esses filhos da mãe vão morrer por nós.

Tantas questões, dedos apontando para as
respostas, sugerindo que eu sou o cancer
reside dentro dos pastos com grama verde
até no pescoço e situações que são tão rapidas
para pensar sobre, e a maioria das pessoas nem
pode sonhar. Cem milhões de milhas e a cada
simples segundo, e todo tempo voc
ê ouve
esse recorde, eu quero que voc
ê me sinta sobre
cada sentença. Reverencia dos descendentes
de tesouros do passado.Vamos embarcar numa
jornada que vamos ficar vivos para sempre.
Positivo eu estaria do meu lado. Qualquer

seja as circustancias ou as consequencias.

Eu sou meu proprio pior inimigo. Eu
não
sou um modelo de inteligencia, filho da mãe,
e nem finjo ser e porque eu sou desse jeito?
Eu não sou um misterio. Minha mente não trabalha
em ordem ou em terapia. O cerebro esta confuso

e mentalmente abusado. A vida pendurada numa
corda, então que merda eu tenho a perder?
E que merda eu tenho que provar pra voc
ê ?
Se voc
ê não me conhece por agora, você nunca
irá me conhecer .Voc
ê pode colocar isso em meus
verdadeiros chegados. Eu tenho problemas e eles
estacam como contas, E eu relaciono ao quebrado,

coração sangrando, amor morto. E tenho esperado
nas sombras, acordado na escuridão. Esperando
falar sobre o passado, estou caindo distante. Eu
sou o cara e decisivo, estou desvanecendo longe.
Estou fora do toque da sociedade, e vivendo o hoje.
Nunca confiando na minha sanidade, me joguei
longe. para tornar-se o maniaco que toma sua
atenção hoje.


Voc
ê pode manter um segredo?
Bem, estou com medo do mundo porque eles

querem que eu morra, você pode acreditar?
Mas eu continuo vivo... e tenho flutuado desde '95
Com meu queixo preso mas estou tão morto por

dentro. Deixe os problemas rolarem e coloque-os
de volta dentro da pilha, porque é só um grupo de
merda que eu não posso negociar agora. E estou
tão cansado de sempre supor e mecher nisso de
novo. E o proximo dia é sempre profundo e eu
estou afundando constantemente.

Eu dou uma olhada em mim mesmo e vem os

apertos com o que encontrei. Foi uma visão de
uma criança, perturbada e quebrada. Sem alma,
sem coração porque eu a levei para longe. Sem
tempo para desculpas, eu fiquei aflito outro dia.
E todas aquelas lagrimas estão armazenadas em
nuvens de tempestades. Esse pairo acima de mim
e cobre a feiura. Continue a me odiar quando eu
estiver me sentindo baixo. Isso é a mesma razão
que seguro e nunca deixo ir.



"Meu choro é pelos homens IGNORANTES!
SEI que eles NÃO sabem o que fazem, porém,

espero que Deus NÃO os perdoe"
(Fernanda Meccia)